Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Será...?


Será...


Será possível...
Amar alguém tão forte assim?
Ver na montanha, a luz...
E no vale, a imensidão...
O infinito que seduz...?

Será possível...
Aconteceres em ti... tão real assim?
Sentir nas mãos... o tesouro perfeito...
Escutar na voz... o mundo todo... por inteiro...
Experimentar na cor... os teus gestos secretos...
E deixar-me morrer aqui...
Pela saudade que sinto....?

Será possível...
O horizonte estelar
Estender-se até à terra do nunca e do sempre...
Esse éden oculto... escondido... nos teus dedos de firmamento...?

Será possível...
O impossível ganhar forma em ti...
E este poeta... sem o ser...
Deixar de ser ténue... impensável... invisível...
E tornar-se parte... de um mundo real...
De hoje...
Que és tu...?

Será possível...?
Eu estar aqui, agora, a escrever, a compor, a pensar, a sentir, a sonhar...
A enlouquecer.. a viver... a falar... a sair... a chegar... a viver..?

Possivelmente... eu existirei...
Num momento que será...!

O hoje mente
É só parte de uma história
Que amanhã alguém contará...!

Ainda não aconteci...
Sou um eco do amanhã...
Avistado.. ao fundo da estrada...

Um arco que arde
Em formas que se multiplicam
Entre os olhos da liberdade...
Que se vêem e pensam...
Num ir e vir...
De maré cheia...
.
Que se vê...
Da janela que tu hás-de abrir...
No amanhecer...
Quando acordares... deitada ao meu lado...
Sorrindo...
Gracejando...
Assim... delicadamente... falando..
Doce e deliciosamente... Apaixonante...!
.
E serei eu... o teu herói... o teu Amante...
Apaixonado por ti... intenso... febril... elouquecido...
Encontrado em ti...
Esperando-te a cada instante...
E o mundo longe...
O mundo perto...
Num sentido que extravasa os sentidos...
E se dilui...
Na íris aberta e colossal...
Do vento sem som...
Que vem eterno e te pergunta... assim...
- Será...?





Pedro Campos

Sem comentários: