Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Hipernova


Vem...!
Vem que o tempo dir-te-á o que és...
.
Vem..
Descobre o que é o brilho escuro da noite.
Talvez compreendas o que me faz atirar papagaios de papel pela janela do universo

Enquanto dou um trago de vinho do Porto, sucumbindo à amargura das horas

Em que as unhas se desfazem roídas de ponta a ponta

Como uma rocha desgastada pela erosão...

.
São essas mãos assim

Como o precipício

Que me separa da verdadeira imensidão

Que é o sonho profundo e belo

Que sou eu e tu

Em volta de um cavalo a voar

Em direcção ao que restou

De uma hipernova colossal
..

.
Pedro Campos.