Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Borboleta Lilás - és tu...


Borboleta Lilás

No rebordo da janela
Existe uma asa a bater
Em redor das pétalas alegres
Uma ternura doce de mulher

Com cores feitas de sonhos
E o volume à dimensão da vida
Gestos de infinito
No mundo secreto do amanhecer

Desceu sobre a planície
Pintando de cores
De outras cores
As pétalas já pintadas das flores
Com um fogo imenso
Intenso
De doçura e tranquilidade

A doçura da borboleta de cetim
Que voando ao ritmo do vento
Se movimenta numa dança sem fim

Voa, abre as asas
E ergue-te na voz
Borboleta lilás
Canta, canta a cor
Do teu coração quente
Verdejante
Semeando amor

Voa, abre as asas
Sacode a membrana do tempo
E pequena, faz-te grande ao vento
Borboleta lilás...

Borboleta lilás...
Porque foste embora?
Porque partiste...?
Quero que me respondas...
Borboleta esvoaçante...
Canta... e voa... dançante...
Em mim...

Borboleta lilás...
Porque foste embora...?
Porque não voltas...?
Que aqui...
Aqui...
Ficarei sempre no mesmo lugar...
Olhando o horizonte...
E esperando...
Por ti... ver-te chegar...

Esperando inelutavelmente
Por ti...
Porque seja na seara
Seja no campo
Ou no areal
Só te quero ver regressar
Borboleta lilás...

E quando essas nuvens te trouxerem
E os teus olhos brilharem no eco da vida
Transformarão os meus olhos
Em vida plena a vibrar
E seremos.. eternos...
No percorrer do caminho...
Para o nunca acabado...

Borboleta lilás
Não te deixes cair na sombra
As tuas cores só são luminosas
Quando entre a estrada e a ponte
De um caminho sem rumo
Se sente a tua energia
Quando alegre sorris...

E nesse percurso de eternidade
És tu... a força imensa e poderosa
Da simplicidade..
És tu, borboleta lilás
A mensageira da sorte
És tu.. da cor
Da tua cor preferida
Borboleta lilás
Voa...
Voa...
Voa...
Quero voar-te...
Até ao fim de mim...
Até ao fim da vida...!

Amo-te...



Pedro Campos


Sem comentários: