Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Palpitação...


Palpitação


Palpitação
Algo estremece na noite
É certamente um sonho vão
Mas talvez um pesadelo arriscado
Em que o medo de te perder
Vem em bolina à superfície do oceano

E agita-se a maresia nocturna
Caiem as gotas de chuva no colchão
E a velha almofada afasta-se da estrada
Num movimento de ascensão

É terrível visualizar o invisível
Testemunhar realidades paralelas
É destruidor, acordar-me em lágrimas
Com o medo de que amanhã
Não me procures mais
Na morada sem código postal
Que é o meu pensamento livre..
O meu pensamento....
Sempre

Sempre...
À espera de ti
A minha alma sem sítio
O meu sonho sem muros
O meu amor sem distâncias...
Que és tu...
O meu doce amor...
Com cheiro de eternidade...!


Pedro Campos

Sem comentários: