Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Há.. aqui...



Há aqui
Uma corrente de ar
Em cima desta ponte...
E um breve cantar
Das ondas borbulhando
Nas pétalas do monte...

Há aqui...
Um caminho destinado
Onde pedras se direccionam
Para um qualquer lugar sem nome..!

Há emoções que ficaram
Beijos que se beijaram
Entregues, inteiros, eloquentes...
Futuros.. presentes...
Em gestos de recordação
Num por-do-sol acetinado...
Que sonhou... ontem contigo ali...
Ali.. ao meu lado...!

Há...!

Há... aqui...
Um mês de Julho abraçado ao vento para sempre...
Abraçado aos meus dedos... o teu ritmo... quente...
A dança de volúpia... de intenção...
Num sentir... sentindo... despindo... sem dimensão
Atravessando a avenida da rua
A caminho unicamente de ti...
A caminho do teu caminho...

Há aqui...
Ecoando... nas penas marujas...
Gaivotas solitárias voando...
Acompanhadas...
Com lágrimas rabiscadas...
Numa folha branca de papiro...
Onde desenho hoje, dias de saudade...
Um esboço do teu sorriso...

Ahhh...!
Doce aventurança...
Fado fiel...
Os teus olhos nunca foram tão azuis...
Como na ponte dos sentidos...
Ali... por cima do rio...
O reflexo do céu tocando as notas do improviso...

Há aqui...
Os ferros em formas de vazio...
E círculos de fogo...
Iluminando como velas
As noites que recordamos...
Aqui..

Há aqui...
Todo o Porto inteiro
E o Douro amigo abraçando-me com espírito e corpo
De saudades do momento..

Há aqui...
O meu amor todo
Dançarino por ti...
Tão doce quanto o refresco de açúcar
Que é a fonte da cor
Do teu aveludado sabor...

Aqui... ali... em qualquer lugar...
Por ti... doce amor...

Amo-te... Borboleta Lilás...

Sem comentários: