Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Chão... frio... ausência...



Chão...frio... ausência...


Chão...frio...ausência...
Levanto-me do chão com frio
Sinto a ponta dos dedos gelada e sem força
E a força sem gestos para lhe dar forma...
E cresço... assemelho-me à fase Lunar que antecede a Lua Cheia...
E evaporo-me nos relâmpagos alienados deste universo...
E sinto que estou a perder o passo...
Que pouco a pouco...deixo-me sentir a ausência...
De um mundo tão redutor...
Ao tempo e espaço...
À ausência de sonhos...
E expressão indiferente de sabor...
No caminho lutador
Do pastor poeta... sonhador...
Adormecido no seu sorriso
Terno..
De pequeno homem
Ou enorme criança...


Pedro Campos

Sem comentários: