Aos meus pais, avós e amigos.
A toda vida...
A toda a natureza..

Traduzir / Translate this blog

Sigo o meu caminho...



Sigo o meu caminho
Ruas desertas
Mãos despertas
Para o amanhã do mundo

Cada passo que dou
É uma asa que rasga o céu
Num movimento de vazio
Que dá cor ao nevoeiro presente

E sinto...uma imagem visionária do ontem
Cálculo no silêncio as manobras das borboletas
Que percorrem mil flores para habitar uma só

E rio...sob o paradigma da manhã
Sou gesto destituído de força
Mas em mim tenho a força de querer ter gesto no amanhã...
Que somos nós...

Nós...


Pedro Campos

Sem comentários: